Sargento Sansão fala sobre supostos surtos no Portal do Gida

7 de outubro de 2022 Off Por Portal do Gida

Durante participação no podcast Portal do Gida, Sargento Sansão falou sobre sua situação após o suposto surto que teve, especialmente devido a fama que vem recebendo fora do país. Para ele, o momento do surto foi o suficiente para criar uma imagem errada da sua pessoa, especialmente em um momento tão delicado.

Dessa forma, ele afirma que o que ocorreu não foi um surto, mas sim um momento onde ele estava inspirado espiritualmente. Na época, ela foi vista com uma espada de São Jorge e, por isso, ele menciona que tem acreditado em alguns fundamentos religiosos, como algumas passagens da bíblia.

Posteriormente, ele descreve uma passagem da bíblia onde Jesus é interpretado como o “Senhor dos Exércitos” e, para ele, é possível fazer um correlato com a imagem de São Jorge. Enquanto Jesus possuía uma espada, São Jorge estava montado em seu cavalo branco, portando uma lança.

Neste sentido, ele menciona que um dos seus “surtos”, foi apenas uma representação espiritual, onde ele, ao estar munido com a espada de São Jorge, acreditava que estava demonstrando sua força para lutar sempre, de forma similar a um guerreiro quando está na guerra.

Sargento Sansão fala sobre o seu teatro espiritual

Segundo ele, a situação pode ser definida como um “teatro espiritual”. Isso porque ele usou da sua atuação para promover o momento, ainda mencionando que, quando está com seu lado espiritual aflorado, ele consegue encenar realmente algumas coisas que sente, e para ele, isso é algo especial e real.

Além disso, ele fala que, atualmente, ele está vivendo uma guerra espiritual. Por isso, tudo o que ele fala ou faz está dentro da encenação necessária, mas, muitas pessoas não entendem, e o interpretam como um louco. Inclusive, algumas pessoas filmaram o ocorrido, modificando a sua verdade, dando a entender que ele é louco.

Dessa forma, muitas pessoas criam uma imagem errada dele. Dessa forma, ele fala que, caso estivesse louco, o estado já teria solicitado uma internação compulsória. Inclusive, ele menciona que, caso o país declare uma guerra civil, ele estará pronto para o combate.

Sendo assim, ele acredita que haverá conflitos nacionais, especialmente após as eleições, mas, que não é motivo para alarde, por enquanto. Além disso, ele menciona que, independente do cargo, ele pretende reprimir aqueles que não estão de acordo com a verdade que ele acredita e confia.

Atualmente, ele acredita que será um agente poderoso, devido a sua mentalidade, para guerrear contra o seu país. Isso porque ele afirma que ainda vivemos como uma colônia, onde outros países tomam conta dos nossos recursos e insumos. Por isso, ele demonstra estar cansado dos saques que o Brasil sofre constantemente.

Por fim, ele afirma que está bastante chateado com o Governo Bolsonaro atual, dizendo que o presidente não cumpriu com suas promessas feitas na campanha 2018. Para ele, o fato do presidente estar envolvido em esquemas de corrupção, junto com seus filhos, é algo até louvável, mas, a não aceitação de críticas é algo que o faz perder a credibilidade com o governo.